PORTES GRATUITOS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL (VIA CTT - Livros)
  Blog

NOTA EDITORIAL | Código de conduta e auto-segurança "COVID-19"

Escrito em 23 de novembro de 2020

NOTA EDITORIAL | Código de conduta e auto-segurança "COVID-19"

Em virtude do contexto actual de pandemia, agora, mais do que nunca, exige-se cautela máxima e cuidados redobrados.

Desde o início do mês de Março, a equipa da Foge comigo! tem estado a adoptar medidas de segurança complementares, em conformidade com as recomendações e normas estabelecidas pela Direcção-Geral da Saúde (D.G.S.), para garantir a segurança dos seus colaboradores e para se certificar que os guias de destinos chegam ao seu destino sem que haja risco de contágio:
- Obrigatoriedade do trabalho à distância e restrição das deslocações ao terreno (apenas se forem imprescindíveis e se o risco de contágio assim o justificar)
- Uso obrigatório de máscara e gel desinfectante na sede da empresa e nas deslocações ao terreno
- Manuseamento de guias e respectivos envelopes (para expedição) feito com luvas de borracha, máscara e aplicação de produto desinfectante sobre um pano para posterior desinfecção do livro, sem o danificar

IMPORTANTE: O Papa-figos lembra que, depois de selados, os envelopes que contêm os guias seguem por transportadora até chegarem ao respectivo destino, passando por mãos e ambientes alheios à editora. Assim, é necessária extrema cautela ao contactar com a caixa de correio e com a embalagem onde segue a encomenda!

 

Adicionalmente, o Papa-figos preparou um manual de regras de conduta a adoptar caso planeie uma viagem para qualquer destino do território português. Mais uma vez, é recomendada a consulta permanente das informações presentes no site da D.G.S. e o respeito pelas leis em vigor. O combate a este vírus depende da resposta dada por cada um de nós!

 

CÓDIGO DE CONDUTA E AUTO-SEGURANÇA DO PAPA-FIGOS - "COVID-19"

1. Vais mesmo?!
Resides num concelho de risco elevado de contágio? Estiveste recentemente em ambiente propenso a um risco de contágio acrescido? Sê consciente: não viajes!

 

2. De certeza que queres ir?!
O destino que escolheste é um concelho ou uma área com elevado risco de contágio? Protege-te: não vás!

 

3. A informação é a melhor defesa
Procura saber o essencial sobre a COVID-19:
- Quais os sintomas
- O que fazer e não fazer, no caso de se manifestarem os sintomas
- Quem contactar

A D.G.S. possui um portal próprio para que possas manter-te informado e esclarecer qualquer dúvida que possa surgir. Consulta-o.

 

4. Viajante prevenido vale por dois
Rumo a um destino turístico ou simplesmente nas deslocações do teu dia-a-dia, mantém contigo um kit de segurança: máscara, lenços, luvas, gel desinfectante. Usa-os de forma consciente. Evita retirar a máscara sem antes desinfectares as mãos e descarta-a se a usares com frequência - coloca-a no lixo!
Não te esqueças que o perigo pode estar ao virar da esquina e onde menos se espera. Mantém uma distância de segurança e não te esqueças que as superfícies de contacto são igualmente um potencial foco de infecção!

 

5. Em viagem, mantém a postura
Se vais em transporte colectivo, activa ao máximo todos os mecanismos de protecção. Se utilizares espaços de uso coletivo, tolerância zero para tocar em superfícies.
Em locais de concentração de passageiros, mantém uma distância segura. Usa luvas descartáveis: vão impedir que faças alguns gestos habituais, inconscientes, mas agora perigosos.

 

6. Não sejas um disseminador
Está consciente de que, sem o saberes, podes ser um agente disseminador da doença.

O que deves fazer para o evitar?
- Usa a máscara
- Tosse e espirra para um lenço e deita-o fora
- Lava frequentemente as mãos e a face
- Mantém uma distância de segurança em relação às outras pessoas
- Sê simpático, mas evita ao máximo os apertos de mão, beijinhos e abraços

 

7. Vê lá por onde andas!
Mantém-te permanentemente muito bem informado sobre a eventual ocorrência do vírus no destino da tua viagem.

 

8. Há sempre uma alternativa

Privilegia espaços naturais abertos.
Evita estar em espaços com muitas pessoas. Se tal não for possível evitar, faz com que balcões de recepção, salas de refeições, salas de estar sejam seguros. Para ti e para todos.

 

9. Experiências seguras
Evita experiências com muitas pessoas, muito próximas. Há tantas alternativas!
Personaliza a tua experiência. Aluga equipamentos só para ti. Garante a sua desinfecção antes de os utilizares.
Avalia bem a experiência que vais ter. Evita correr riscos elevados. Há tantos recantos para descobrir!

 

10. Quando regressares, a tua viagem não acabou!  
Prepara-te para exercer apertada auto-vigilância. Pensa em ti, nos teus e nos outros. Resguarda-te durante uns dias.
Em caso de aparecimento de sintomas, reporta onde estiveste e o que fizeste.

Sê o primeiro a dar bons exemplos!

 

Vamos lá! Em segurança.

[Artigo originalmente publicado em Março e adaptado em Novembro]

×